Visite o canal do Prof Ronaldo no Youtube

Loading...

quarta-feira, 20 de julho de 2016

Jovem monta observatório caseiro e flagra fenômeno raro no céu


Um adolescente de 16 anos de Campinas (SP) montou no quintal de casa um observatório astronômico amador com menos de R$ 200 e registrou uma série de sprites, que são descargas elétricas que ocorrem entre 50 e 80 quilômetros de distância da superfície da terra. O fenômeno é raro e geralmente observado com ajuda de satélites, segundo especialistas.
Lucas Mateus conta que montou o observatório com uma câmera usada em circuitos internos de segurança acoplada ao notebook da família. “Barato e eficiente”, justifica o apaixonado por astronomia.
Depois de montado o sistema, ele conseguiu com observadores mais experientes umas dicas para instalar um programa que grava qualquer movimento no céu. “Seis horas da tarde eu ligo ela e deixo até 6 horas da manhã”, explica  o jovem.
Mas, no dia 29 de maio ele acabou gravando as descargas elétricas conhecidas como sprites. “Foi na madrugada, eu acordei, e olhei pra ver o que o tinha capturado. Na hora que eu vi tinha uma imagem meio borrada, parecia o desenho de um mosquito (..) Fui pesquisar e descobri que era um sprite”, lembra o jovem.
“Para ver tem que ter uma tempestade com muitos relâmpagos entre 200 e 800 quilômetros daqui. Ele conseguiu isso e foi um grande feito. Ele pode se orgulhar do que ele fez”, afirma a pesquisadora do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe)  Fernanda São Sabbas, maior especialista em sprites da América Latina. As imagens dele rodaram o mundo em sites e redes sociais de observadores do céu.
A convite da EPTV, afiliada da TV Globo,  Lucas Mateus  e o pai foram conhecer um dos maiores telescópios de visitação. O observatório fica no Distrito de Joaquim Egídio, em Campinas.
“É muito raro a gente encontrar um jovem na sua idade interessado por ciências. Interessado como você está. Então, meus parabéns”, disse o astrônomo Júlio Lobo ao jovem durante a visita.
Lucas Mateus comentou que no telescópio profissional é possível ver as crateras da lua de perto. “Bem diferente do binóculo que eu usava; bem diferente, dá para ver de perto as crateras”, disse o garoto.

Mas questionado sobre o futuro, ele disse já ter traçado o que pretende fazer. “Quero ser astronauta, tirar uma foto da terra lá de cima”, finaliza.

Fonte G1

Nenhum comentário: