Visite o canal do Prof Ronaldo no Youtube

Loading...

quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Desativado o Acelerador de Partículas


O grande colisor de partículas construído para simular as condições do Big Bang não será reativado até o a primavera (outono no Brasil) de 2009, depois de um defeito técnico no fim de semana, informou o Centro Europeu de Pesquisa Nuclear (Cern), nesta terça-feira.

Um vazamento de hélio no túnel onde fica a maior e mais complexa máquina já construída forçou o Cern a fechar o Grande Colisor de Hádrons (LHC) no sábado, apenas 10 dias após de entrar em operação.

O diretor-geral do Cern, Robert Aymar, disse que o problema era um golpe psicológico depois do bem sucedido início das operações do LHC, que foi preparado cuidadosamente durante anos por equipes científicas da mais alta qualificação.

"Não tenho dúvida de que superaremos esse empecilho com aplicação e rigor semelhantes", afirmou Aymar em nota.

A causa mais provável do vazamento de hélio para o túnel de 27 quilômetros que abriga o LHC, na fronteira França e Suíça, é uma conexão elétrica defeituosa entre dois dos grandes ímãs do acelerador, informou o Cern.

Um dos resultados mais aguardados desse experimento é descobrir o hipotético Bóson de Higgs, partícula que seria responsável por dar massa a todas as outras. A "partícula de Deus", como é chamada, teria surgido nos primeiros momentos do Universo. Ao recriar as condições imediatamente surgidas após o Big Bang no superacelerador, os cientistas acreditam que será possível detectá-la

- Se encontrado, nós não apenas explicamos a origem das massas das partículas, mas passamos para outra fase da pesquisa. Mas se o Bóson não for encontrado, o experimento se provará tão ou mais excitante - disse Santoro.

O projeto, que demorou 20 anos e custou 4 bilhões de euros para se concretizar, tornou-se operacional neste mês, quando os físicos conseguiram fazer circular com sucesso as primeiras partículas pelo túnel.

Nenhum comentário: